Adufscar

Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba

Publicado em 17.09.2014

Dez anos de conquistas do PROIFES- FEDERAÇÃO

Uma história cheia de lutas e de melhorias nas condições de trabalho dos professores das universidades e dos institutos federais brasileiros. É assim que podem ser resumidos os dez anos do PROIFES – FEDERAÇÃO. Entre os dias 11 e 13 deste mês, membros do Conselho Deliberativo (CD) e lideranças dos sindicados federados reuniram-se para celebrar o aniversário da entidade, em Itatiaia, no Rio de Janeiro, no mesmo local em que foi realizado o I Encontro Nacional, em 2005.

Em pouco tempo, a federação cresceu e ganhou expressão no movimento sindical. “Dez anos é muito pouco na vida de um país como o Brasil. Agora, uma instituição conseguir se consolidar a partir de praticamente nada, que ela era em 2004, a ser hoje uma entidade nacional é notável. Temos certeza de que nós temos tido um papel de influência definitiva na educação, nas políticas educativas e, fundamentalmente, na vida dos professores universitários do Brasil”, afirmou o presidente da entidade, Eduardo Rolim de Oliveira (ADUFRGS-Sindical), durante a efeméride.

De acordo com o docente, o PROIFES - FEDERAÇÃO é uma revolução, uma alternativa para os professores do ensino superior. “Nós não aceitávamos aquele modelo que nos era imposto e tivemos a ousadia de dizer que outro modelo era possível e, a partir daí, nós construímos o PROIFES. Eu acho que nós estávamos certos em 2004, se nós não estivéssemos certos com certeza o PROIFES não estaria aqui dez anos depois, muito mais forte e muito mais capaz de levantar sua voz em defesa de todos os trabalhadores do mundo”, explicou.

Ao longo desse período, a federação teve inúmeras e importantes conquistas, entre elas, a assinatura de quatro acordos salariais e de carreia; atuação no Plano Nacional da Educação (PNE), no Fórum Nacional de Educação (FNE), no Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) e na Reforma da Previdência; e presença no sindicalismo nacional e internacional.

Além do aspecto simbólico e comemorativo, o encontro também serviu para discutir o futuro da entidade, tendo o vice-presidente, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-Sindicato), elencado os três principais desafios para os próximos anos: necessidade de melhorar ainda mais o salário e a carreira para 2016-2018; luta por maior autonomia universitária; e ampliação da participação do PROIFES no EBTT (Ensino Básico Técnico e Tecnológico). 

Na ocasião, a entidade promoveu palestras sobre os temas mais relevantes para o futuro da categoria, aprofundando o conhecimento e preparando novas lideranças. Foram discutidos pelo CD os seguintes assuntos:

Aposentadoria e Funpresp

O tema sobre aposentaria dos servidores públicos foi apresentado por Eduardo Rolim. Na explanação, o professor falou sobre os diferentes tipos de aposentadoria, integralidade, paridade, requisitos, marcos legais e Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) e ainda esclareceu as dúvidas dos participantes.

Carreiras e salários

O diretor de relações internacionais, Gil Vicente Reis de Figueiredo (ADUFSCar, Sindicato), discursou sobre a evolução das condições de trabalho dos docentes brasileiros, a partir da criação do PROIFES, e apresentou a proposta de carreira e salários para 2016-2018, já aprovada pelos delegados do X Encontro Nacional e pelos membros do CD. “Em 2015, os professores terão o melhor salário e o melhor Vencimento Básico (VB) dos últimos 20 anos”, destacou Gil Vicente.

CONAE, FNE e Plenária da Educação

Remi Castioni (PROIFES-Sindicato) atualizou os presentes com informativos gerais sobre a participação do PROIFES na CONAE 2014, nas últimas reuniões do FNE e na Plenária Nacional da Educação, movimento que reuniu grandes entidades, que juntas representam mais de quatro milhões de trabalhadores, para a construção de um documento unificado com as principais urgências do setor.

Expansão do PROIFES

Ao final do encontro, conselheiros e lideranças discutiram ações para a expansão do PROIFES no território nacional.

Lista dos participantes:

 1. Claudio Scherer (ADUFRGS-Sindical)
 2. Eduardo Rolim de Oliveira (ADUFRGS-Sindical)
 3. Lúcio Olímpio de Carvalho Vieira (ADUFRGS-Sindical)
 4. Maria Luiza Ambros von Holleben (ADUFRGS-Sindical)
 5. Gil Vicente Reis de Figueiredo (ADUFSCar-Sindicato)
 6. Aparecido Junior de Menezes (ADUFSCar-Sindicato)
 7. Matilde Alzeni dos Santos (ADUFSCar-Sindicato)
 8. Ednaldo Pizzolato (ADUFSCar-Sindicato)
 9. Elenize Cristina Oliveira da Silva (PROIFES-Sindicato)
10. José de Ribamar Mendes Bezerra (SIND-UFMA)
11. Nilton Ferreira Brandão (SINDIEDUTEC-Sindicato)
12. Samuel Carlos Wiedemann (SINDIEDUTEC-Sindicato)
13. Gilka Silva Pimentel (ADURN-Sindicato)
14. Harim Revoredo de Macedo (ADURN-Sindicato)
15. Pedro Antonio de Lima Santos (ADURN-Sindicato)
16. Geraldo de Magela Fernandes (ADURN-Sindicato)
17. Remi Castioni (PROIFES-Sindicato)
18. Daniel Christino (ADUFG-Sindicato)
19. Flávio Alves Silva (ADUFG-Sindicato)
20. Ana Christina de Andrade Kratz (ADUFG-Sindicato)
21. Valdemir Alves Junior (PROIFES-Sindicato)
22. Orlando Nobre Souza (PROIFES-Sindicato)
23. Reginaldo Soeiro de Faria (PROIFES-Sindicato)
24. Mirtes Amorim (ADUFC-Sindicato)
25. Gastão Correia (SIND-UFMA)
26. Paulo Sérgio Weyl Albuquerque Costa (PROIFES-Sindicato)