Adufscar

Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba

Publicado em 17.01.2019

NA ADUFSCAR: PROIFES-FEDERAÇÃO REALIZA ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL

A ADUFSCar – Sindicato vai acolher entre os dias 06 e 08 de fevereiro do corrente ano a primeira edição do Encontro Nacional de Educação Infantil, um evento promovido pelo PROIFES – FEDERAÇÃO, tendo em vista promover uma reflexão e discussão sobre os avanços e desafios que são colocados aos profissionais na primeira etapa da educação básica, que é a educação infantil, no âmbito das universidades.

Recorde-se que o PROIFES-Federação é a entidade representante dos professores e professoras da carreira de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), na qual estão inclusos os docentes das  escolas de aplicação, que são escolas de ensino básico ligadas a instituições de ensino superior, e também das unidades de educação infantil pertencentes às universidades.

Para a Profª Gilka Pimentel, diretora de EBTT do PROIFES-FEDERAÇÃO “A entidade entende que a educação infantil é primeira etapa da educação básica e é estruturante de uma formação plena, voltada à cidadania, e as universidades têm estes espaços, tanto pelas escolas de aplicação quanto pelas unidades de educação infantil. Entretanto, esta vinculação torna estes espaços mais vulneráveis às consequências das políticas adotadas para as universidades, e no atual momento político é preciso refletir e avaliar ações e caminhos para a educação básica dentro das Instituições Federais de Ensino (IFEs)”.

Os Colégios de Aplicação foram criados pelo Decreto Federal nº 9053 de 1946, com a função específica de ser um tipo de Estabelecimento de Ensino em que os próprios alunos dos Cursos de Licenciatura fizessem a aplicação, numa situação real de ensino-aprendizagem dos conhecimentos técnicos adquiridos no seu Curso de Graduação, servindo também de Campo de experimentação pedagógica para renovação e melhoria do ensino Fundamental e Médio.

A resolução número 1 de março de 2011 regulamentou as unidades de educação infantil, e em 2013 os Colégios de Aplicação foram estabelecidos pela Portaria 959 como unidades de educação básica mantidas e administradas pelas universidades federais e que têm como finalidade desenvolver, de forma indissociável, atividades de ensino, pesquisa e extensão voltadas para a inovação pedagógica e para a formação docente na Educação Básica. Atualmente existem 17 escolas de aplicação vinculadas à universidades federais e 11 unidades de educação básica vinculadas às IFEs, envolvendo mais de 12 mil alunos e cerca de 1.5 mil docentes das escolas de aplicação e unidades de educação infantil.

Na avaliação da Profª Matilde Alzeni, da ADUFSCar-Sindicato, “é importante reunir e debater com os docentes da primeira etapa da educação infantil para a troca de experiências, e para compartilharmos avanços e compreensões sobre as questões sociais, jurídicas e políticas que afetam as professoras e professores, e também aos alunos destas escolas”, completa.

(Adaptado de notícia do PROIFES-FEDERAÇÃO)