Adufscar

Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba

Publicado em 10.07.2019

PROIFES DESMENTE SINDICATO DA ANDES E CRITICA DESRESPEITO COM A VERDADE

1562775827_proifes500.jpg

Em uma clara tentativa de confundir os docentes das Instituições Federais de Ensino, o SINDOIF (Sindicato dos Professores do IFRS na mesorregião metropolitana de Porto Alegre), base da ANDES, falta com a verdade ao publicar que o pedido de registro sindical do PROIFES-Federação foi arquivado pelo Ministério da Justiça.

No que pese a postura antidemocrática do Sindicato, que a exemplo da ANDES que tem procurado, reincidentemente, impedir a obtenção de Registro Sindical de todas entidades nas quais os docentes decidiram abandonar a sua base, o processo de pedido de Registro Sindical do PROIFES-Federação continua tramitando de forma regular e dentro dos prazos previstos pela legislação vigente.

O que o SINDOIF faz, de forma irresponsável, é apresentar uma decisão de arquivamento do pedido de registro de um dos sindicatos federados ao PROIFES, o SindPROIFES, que já está encaminhando as medidas cabíveis junto à sua assessoria jurídica para garantir o legítimo direito dos professores à sua representatividade.

É lamentável que o SINDOIF, numa conjuntura adversa como a que o Brasil atravessa, aposte na exacerbação dos conflitos sindicais. A hora é de união daqueles que defendem uma educação pública, inclusiva, de qualidade e socialmente referenciada.

Continuamos a representar cerca de 30 mil professores de importantes Universidades do país, entre elas a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e continuará firme na defesa das Instituições Federais de Ensino e de uma educação pública, gratuita, inclusiva e de qualidade. Não reconhecer a vontade dos professores é um ato de inaceitável irresponsabilidade histórica.

Diretoria do PROIFES-Federação

(In: PROIFES)